31 de março de 2014

Você dança comigo?




Tenho escutado várias histórias sobre relacionamentos amorosos !

Alguns relacionamentos são boleros com muitas doses de romantismo, outros são leves como soft jazz, existem relacionamentos requintados como uma valsa...outros com a sensualidade de um pagodinho bem rebolado...

Conheço relacionamentos de casados a 50 anos que curtem Yanni, conheço casais que curtem Rita Lee com Chandon, mas também conheço pessoas de 30 anos com carterinha de #alone ouvindo Bon Jovi, Guns e Sting...

Também conheço pessoas com 60 anos que nunca mais querem escutar a palavra relacionameto. As camas solidárias dão conta do recado quando o assunto é sexo e os filhos e netos suprem as carências afetivas e fazem o papel bonito do Natal e Final de Ano

Tenho pais de amigas que casaram aos 80 , e os filhos adoraram pois é um alívio saber que eles tem companhia o tempo inteiro...

Conheço casais com o primeiro nenê engatinhando e super felizes por passarem o sábado à noite em meio a fraldas e mamadeiras... ahhhh e ao som da Galinha pintadinha !

Mas também conheço relacionamentos onde não podem nem se olhar pois começam a brigar... no music at all!

E aqueles casais que moram um em cada cidade e se vem no final de semana? Por trabalho, por opção, por comodidade...

Eu namoro um Argentino ! Pois é....um tango!


Muitas pessoas me dizem que assim é maravilhoso ter um relacionamento amoroso à distância... pois quando nos encontramos estamos com tanta saudade que é  #sólove #sólove.
Me dizem que a rotina mata o amor...
Que escovar dentes e pagar contas juntos é um porre !
Que a atração vai para o espaço quando estamos todo o dia um ao lado do outro...
Será?
Tenho pensado nisso...e acho que o que realmente importa é dançar ! Independente da música...

E vc?
Conte aqui qual a sua dança....